O nosso cérebro é um órgão do sistema nervoso central essencial para o funcionamento do corpo.  Com uma forma que lembra bastante o miolo de uma noz, ele possui massa de tecido cinza-rósea com duas substâncias, a branca, na região central, e uma cinzenta, da qual se forma o córtex cerebral. Está ligado com a inteligência, linguagem, consciência, memória e vários outros fatores. Também é capaz de processar as informações do sentido juntamente a outras estruturas do encéfalo.

Nosso órgão principal do sistema nervoso é dividido em dois hemisférios, esquerdo e direito. O hemisfério dominante em 98% dos humanos é o hemisfério esquerdo, é responsável pelo pensamento lógico e competência comunicativa. Já o hemisfério direito é quem cuida do pensamento simbólico e da criatividade. Em casos de canhotos as funções destinadas aos hemisférios são trocadas. Além dos hemisférios, o cérebro é formado por mais dois componentes: o cerebelo e o tronco cerebral. O primeiro o coordenador geral da motricidade, da manutenção do equilíbrio e da postura corporal.

Até 1998, acreditava-se que as células nervosas não se recuperavam. Mas em alguns estudos cientistas descobriram experimentalmente que, mesmo em adultos, novas células podem aparecer. Eles também descobriram que o motivo da redução de nossas capacidades mentais não é a morte das células, mas a perda de sua plasticidade. Ou seja, se o cérebro faz tarefas de rotina enfraquece e a conexão entre os neurônios diminui. Em todo esse estudo, o neurocientista Lawrence Kats e Menning Rubin desenvolveram a neurobicidade. Um complexo de exercício não padronizados que quebra o curso habitual de suas ações. Isso acrescenta novidade e portanto exercita nosso cérebro. Confira alguns deles:

1 – Escovar os dentes com a mão não dominante

Comer, escovar os dentes, abrir garrafas, e várias outras atividades, quando são feitas com a mão menos habilidosa são ótimas pois assim fazemos uso do hemisfério oposto. Assim expandimos as áreas do córtex cerebral e treinamos o cérebro.

2 – Fazer atividades com os olhos fechados pode estimular o cérebro

Quando deixamos de utilizar algum dos nossos sentidos, todos os outros se tornam mais sensíveis a pequenos detalhes. Portanto, suas mãos podem notar o que seus olhos não podem ver. Esse exercício pode ser ótimo para a memória. Será que você consegue usar apenas um dos sentidos? Por exemplo, tenta lavar alguns pratos de olhos fechados. Será uma experiência no mínimo hilária.

3 – Objetos de cabeça para baixo

Quando você se depara com objetos virados para baixo, seu cérebro não entende imediatamente o que são. Ele se esforça para conectar a informação com os hemisférios para reconhecer a cor, forma e tamanho. Esse exercício não é nada relaxante, mas também não é necessário muito esforço.

4 – Mude de local os objetos em sua casa

Reorganizar a casa não é apenas uma função que nossa mãe nos designa, pode ser um exercício benéfico para as células cerebrais. Além de melhorar a memória e o humor. Coloque a cama em outro lugar, a mesa de cabeceira, mude as pinturas um por outro, leve o vaso para outro quarto.

5 – Mude os lugares na mesa

Quando você está em um ambiente desconhecidos, nosso cérebro irá receber novas impressões e a experiência que você precisa. Esse exercício também desenvolve criatividade, e fará você ver novas pessoas, uma nova sala ou algum objeto de uma forma incomum.

6 – Assista televisão sem som

Já pensou em fazer isso? Assistir televisão ou até mesmo um vídeo sem som. tenta adivinhar o que as pessoas estavam falando ou o monólogo e veja a história. Pode ser muito divertido fazer esse exercício com amigos em volta, fazendo um jogo de adivinhação.

7 – Faça pinturas

Escolha um lugar confortável e tente retratá-lo da melhor forma possível por uma pintura. Mas tudo nos mínimos detalhes. Clima, gente, localização, não se esqueça de nada. Pode ser um pouco abstrato, o principal foco aqui é transmitir as associações.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Essa matéria 7 formas diferentes de treinar seu cérebro e se tornar mais inteligente foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Vía fatosdesconhecidos | Ver post original